DESINSTALAÇÃO DE COMARCAS NO INTERIOR É PAUTA DE REUNIÃO COM SUBPROCURADORA-GERAL DE ASSUNTOS INSTITUCIONAIS

14 de Outubro de 2021, 16h59

Site - Outubro

O Sindicato dos Servidores do Ministério Público de Goiás, representado pelo presidente Gilclésio Campos, se reuniu na última quarta-feira (13), com a Subprocuradora-Geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Laura Bueno. O encontro teve como pauta a desinstalação de comarcas no interior do estado.

De acordo com o que foi repassado ao SINDSEMP, o Ministério Público está em início de estudo a respeito do assunto, de como ficaria a situação do MP, se encerraria ou não as atividades nas referidas cidades em que ocorreria a desinstalação da comarca.

“O sindicato está atento aos movimentos em relação a desinstalação de comarcas no interior do estado. Nossa preocupação é com o destino que será dado aos servidores que laboram nas localidades, muitos possuem suas vidas já estabelecidas em suas respectivas cidades e que poderão ficar à mercê de remoções para outras localidades ou mesmo, postos em disponibilidade, além dos prejuízos que poderão ser acarretados a população que tanto necessita de atendimento no Ministério Público. Ademais, seguiremos acompanhando de perto essa situação e o SINDSEMP continuará fazendo sua parte nos bastidores”, declarou Gilclésio Campos.

HISTÓRICO

No dia 04 de outubro de 2021, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, Desembargador CARLOS ALBERTO FRANÇA, acolheu o Parecer nº 736/2021, no Processo n°: 202108000291471 e determinou o encaminhamento dos autos para a Corregedoria Geral da Justiça para análise da proposta de desinstalação da Comarca de Ivolândia. Também estava sendo analisadas a proposta de desinstalação da Comarca de Barro Alto e no ano passado o Tribunal também cogitou a possibilidade de desinstalação das Comarcas de Taquaral, Itaguaru e Itauçu, mas depois de forte resistência das entidades representativas de classe e sociedade civil organizada, os projetos não avançaram.

Fonte: Comunicação - Marielly Dias