DIRETORIA ARTICULA COM ADMINISTRAÇÃO PARA QUE NÃO HAJA CORTES FINANCEIROS AOS SERVIDORES DO MP

15 de Abril de 2020, 15h21

Foto Mp Divulgação


O Sindicato dos Servidores do Ministério Público de Goiás comunica a todos os filiados que segue acompanhando de perto junto a administração, os últimos acontecimentos relacionados a arrecadação estadual e o Estatuto dos Servidores do MP. 

Gilclésio Campos, Diretor Presidente do SINDSEMP, atento a possibilidade levantada a respeito de perdas salariais em decorrência da queda de arrecadação estadual, esteve na última semana com dirigentes da Administração. “Agradeço a atenção de todos em prol da nossa causa. Continuaremos atentos a quaisquer movimentos para assegurarmos nossos direitos”, reforça o presidente.

A conversa se deu com o Dr. Cyro Terra Peres - Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos, Dr. Heráclito D’Abadia Camargo – Assessor Jurídico administrativo, Frederico Siqueira - Diretor-Geral e Marcelo Borges – Superintendente de Finanças.

POSSIBILIDADE A REDUÇÃO DE SALÁRIO 

Essa conversa se deu antes da segunda reunião que o Ministério Público participou com o Sr. Governador Ronaldo Caiado, e foi repassado ao SINDSEMP que O Ministério Público faria todo o esforço, para que não houvesse perdas salariais ou corte de auxílios, fato que foi confirmado em recente nota divulgada pela Administração. O MP ainda não definiu, caso realmente seja necessário, como se dará a redução de despesas.

ESTATUTO 

De acordo com informações repassadas pela Administração: quando foi solicitado uma Minuta de Estatuto, para servidores do MP, o intuito era ter um ponto inicial de trabalho. Diante da exposição de que a minuta não tinha sido antes discutida com a categoria e que precisaria de ajustes para atender a situação particular dos servidores do Ministério Público, foi garantido ao SINDSEMP, a participação na elaboração do texto do Novo Estatuto dos Servidores Do Ministério Público. 

Se faz necessário informar, que o Governo de Goiás ajuizou ADI com pedido de medida cautelar no STF contra exclusão do Poder Judiciário, Legislativo, Ministério Público (MP) e Tribunais de Contas do Novo Estatuto do Servidor, e que o MP aguarda a decisão da ADI - 6360, caso seja mantido como está, os trabalhos de elaboração voltam a ocorrer.

FILIE-SE E GARANTA BENEFÍCIOS EXCLUSIVOS. FAÇA PARTE DA NOSSA FAMÍLIA!

Fonte: Assessoria de Comunicação - Marielly Dias