ENEM 2019: O SINDSEMP conversou com uma nutróloga e elencou importantes dicas para os candidatos

08 de Novembro de 2019, 12h00


Enen Alimentação

A segunda etapa do ENEM 2019 acontece neste fim de semana. E filhos, sobrinhos, netos ou até enteados de servidores do MP, passam por este importante momento que irá definir o seu futuro. E o SINDSEMP não poderia deixar de passar algumas dicas para que esse momento que foi preparado o ano inteiro, ocorra da melhor maneira possível e com a alimentação ideal.

Para aguentar todo o período de prova e manter a concentração durante as horas de prova, o candidato precisa estar preparado. Além do estudo, ele deve ficar atento à alimentação. O nervosismo pode acabar levando a pessoa a comer demais ou comer de menos, prejudicando o desempenho no exame.

“Para o dia da prova a gente sugere que no almoço seja ingerido a alimentação habitual da pessoa. Porque se mudar muito a alimentação da pessoa no dia da prova, existe a possibilidade de ter alguma intolerância ou sintoma indesejado. Então é indicado a alimentação habitual”, aconselha Heloise Medeiros.

A nutróloga também destaca a importância de consumir alimentos que dão energia por mais tempo, garantindo a concentração. “O ideal para levar para consumir durante a prova seria uma barra de proteína, pois o carboidrato em excesso como o chocolate, faz um pico rápido de energia, mas cai muito rápido também. Então a proteína conseguiria manter e evitar fadiga”.

Energéticos também podem ser utilizados pelo candidato, desde que ele “já esteja acostumado”, reforça Heloise. Como fonte de energia durante a prova a profissional indica que o candidato leve “um mix de castanha com frutas desidratadas, uma barra de proteína e muita água. A hidratação é fundamental para que os processos mentais possam se desenvolver de forma adequada”.

DICAS DA NUTRÓLOGA

HIDRATAÇÃO

É importantíssimo a hidratação para que os processos mentais aconteçam. A demanda mental é comparada a uma demanda física. Então tem que lidar com o candidato do ENEM como um atleta. É uma prova extensa que exige uma demanda mental alta que tem que preparar o corpo dele. Pois se fisicamente não estiver preparado a parte mental não vai funcionar adequadamente. Indicados: Água, repositores eletrolíticos e água de coco.

ALIMENTAÇÃO 

Para as horas que antecedem as provas do ENEMé indicado uma fonte de carboidrato, uma de proteína e uma de gordura, como as castanhas. Seria uma refeição completa. Não pode aumentar demais o carboidrato porque pode dar fadiga quando acontece pico de hipoglicemia. A gente precisa de energia para conseguir fazer a prova de forma satisfatória. Então o combinado de proteína com castanha é ideal com uma pequena porção de carboidrato.

SUPLEMENTAÇÃO 

Um suplemento com magnésio também é bem indicado nessa fase pré-prova, uma cápsula de magnésio na manhã que antecede a prova é o que eu indico. Ele auxilia no relaxamento muscular e na produção de energia.

EVITAR 

Evitar bebidas alcoólicas, durante a semana e principalmente na véspera da prova, pois efeito tóxico do álcool demora dias para passar e pode torna lentas as atividades cerebrais. Produtos que vão estimular demais como refrigerante, cafeína e carboidrato em excesso.

ALGUMAS INFORMAÇÕES DO EXAME

NÚMEROS 

Nesta edição 5.095.388 candidatos confirmaram suas inscrições desse total, 2.400.388 estão fazendo a prova pela primeira vez e outros 1.024.907 fazem pelo terceiro ano consecutivo.
Do numero total de inscritos apenas 3.920.638 comparecem no primeiro dia de prova, um total de 77%. Em Goiás foram 169.984 mil inscritos, mas apenas 130.874 mil compareceram o primeiro dia de prova.

IMPORTANTE 

Inscritos no Enem 2019 que não puderam comparecer ao primeiro dia de aplicação das provas, 3 de novembro, poderão realizar as provas do próximo domingo, 10, como forma de autoavaliação. Nesses casos, o boletim de desempenho individual apresentará apenas as notas das provas realizadas. No dia 10 de novembro, serão avaliados os conhecimentos de ciências da natureza e suas tecnologias, e matemática e suas tecnologias.

DOCUMENTOS ACEITOS COMO IDENTIFICAÇÃO 

Confira a lista dos documentos aceitos para identificação nas provas do Enem:
• Cédulas de Identidade expedidas por Secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal.
• Identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros, inclusive aqueles reconhecidos como refugiados.
• Carteira de Registro Nacional Migratório.
• Documento Provisório de Registro Nacional Migratório (Decreto nº 9.277, de 05/02/2018).
• Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei tenha validade como documento de identidade.
• Carteira de Trabalho e Previdência Social, emitida após 27/01/1997.
• Certificado de Dispensa de Incorporação.
• Certificado de Reservista.
• Passaporte.
• Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com fotografia (Lei nº 9.503, de 23/09/1997).
• Identidade funcional expedida por agentes públicos militares e civis em exercício nos ministérios e em órgãos da Presidência e Vice-Presidência da República.

FILIE-SE E GARANTA BENEFÍCIOS EXCLUSIVOS. FAÇA PARTE DA NOSSA FAMÍLIA! 

Sindsemp Faixa

Fonte: Assessoria de Comunicação